Arquivos do Blog

Resenha Série “Os Normais” – TV Globo

   Tandandan … Você é doida demais, tandandandandan, você é doida demais…♪. Quem não lembra dessa música tocando na Globo nas noites de sexta-feira, logo após o Globo Repórter? Lembro de ter lá meus onze anos incompletos quando estreou na tv, e do primeiro ao último, não perdi nenhum episódio, nem mesmo quando ela trocou temporariamente para quarta-feira, em 2002. Os Normais foi exibida de 2001 a 2003, com um total de quem sabe levanta a mão três temporadas. Foi criada pelo casal Alexandre Machado e Fernanda Young, com participação do genial Jorge Furtado. O casal foi interpretado pelos incríveis Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres. A partir da terceira temporada, somos presenteados com a chegada de Selton Mello e Graziella Moretto interpretando a dupla Bernardo Carlos e Maristela, respectivamente.
   Em “Todos São Normais” (primeiro episódio, para quem não sabe), nos são apresentados Rui e Vani, noivos há então cinco anos (“Cinco anos, Rui. Cinco anos perdidos da minha vida noiva de um… meia bomba.”). Um casal total e completamente normal… de longe, até porque de perto ninguém é normal. Ele é um sacana, mesmo gostando da noiva vive dando suas escapadelas. Ela é completamente maluca (“Rui, você já teve vontade de enfiar o sabonete inteiro na boca?”), vive cheia de neuras, “meio” boca-suja… Um casal igual a qualquer outro, que às vezes (ironia detected) acaba deixando escapar algumas de suas maluquices em público, o que resulta em muitas gargalhadas por parte do público, e em muitas vezes por parte da própria Fernanda Torres. Quantas vezes já a surpreendi em um episódio rindo de se acabar, como no final de “Tudo Normal Como Antes”, da segunda temporada?
   Uma das coisas mais bacanas da série é que esta nos mostra como é uma vida de casal, os pontos negativos e os positivos. Os Normais está focada no humor, mas quem acompanhou/acompanha e entende, sabe que tem boas doses de romantismo no cotidiano do Rui e da Vani, só que de um jeito diferente.
   Aqui vai algumas imagens dos episódios em que eles demostram sua normalidade mais enfaticamente:
   Vani e sua amiga Maria Helena dançando Sandy&Junior na festa “do grupo de chatos amigos do Paulinho”, segundo a própria amiga.

Temos aqui parte da bunda da “tia dinda Vani”, enquanto esta estava dando tudo de si na coreografia “Baile dos Passarinhos” para o seu afilhado Otavinho.
“Assim não, Vani. Você tem que fazer o lado lúdico!”

Haha, essa não poderia faltar! Rui e Vani, com um dos agregados da série, Bernardo Carlos, em mais um dos programas furados do “voz e violão”. Agora todos juntos:

“Ai, ai, ai ai, esta chegando a huera, el dia ja vien rajando mi bem yo tengo que ir embueraa… Arriba, arriba!!♫”

O que falei sobre o romantismo dessa dupla mesmo? Aqui está um dos episódios mais lindos, além de muito engraçados como sempre: “Seguir A Tradição É Normal”, o episódio de Natal da série, exibido em 2001. A manteiguinha aqui chorou vendo.

A dupla ainda ganhou dois filmes, Os Normais: O Filme, de 2003, e Os Normais 2: A Noite Mais Maluca de Todas, que estreou em 28 de agosto de 2009, e foi um dos dias mais lindos e felizes da minha vida, junto ao meu Saul.

   Enfim pessoal, essa foi minha singela homenagem a uma das séries brasileiras mais geniais dos últimos tempos, e que mora no meu coração. Tenho tanto da Vani em mim mesma que não posso deixar de repetir um dos seus maiores conselhos aos casais que são felizes:
   “Toquem muita sineta e muito carrilhão!!”
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: